Prefeitura de Bauru terá prazo maior para pagar dívida milionária da Cohab

  • 23/06/2022
(Foto: Reprodução)
Em nova rodada de negociações em Brasília (DF), Caixa ampliou esse prazo de 20 para 30 anos, o que garante 'fôlego' mensal de R$ 600 mil nas parcelas; dívida que já foi de R$ 1,740 bilhões caiu para R$ R$ 470 milhões e prefeitura espera nova redução. Atualmente, dívida da Cohab de Bauru com a Caixa é estimada em R$ 470 milhões Reprodução/TV TEM A Prefeitura de Bauru (SP) anunciou nesta quinta-feira (23) que garantiu junto à Caixa Econômica Federal um prazo maior para pagar a dívida milionária da Companhia de Habitação Popular de Bauru (Cohab) junto ao banco federal. A ampliação do prazo de pagamento do saldo da dívida, de 20 para 30 anos, foi o principal resultado de mais uma rodada de renegociação realizada esta semana, em Brasília (DF), entre a Caixa e uma delegação da prefeitura que contou com a prefeita Suéllen Rosim (PSC) e o secretário de Finanças, Everton Basílio. A rodada anterior de renegociação foi realizada no fim de março. Além da redução do prazo, Basílio explicou que a dívida da Cohab, que girava em torno de R$ 1,740 bilhão, mas que caiu para cerca de R$ 470 milhões após aplicação de resolução do Conselho Curador do FGTS e de alguns créditos do Fundo de Compensação das Variações Salariais (FCVS), pode diminuir ainda mais. "Saímos de Brasília com a sinalização nesse sentido [nova redução da dívida] depois que técnicos da Caixa analisaram as demandas que enviamos para eles. Nossa expectativa é que, em caso de sucesso dos nossos pleitos, a dívida possa cair ainda mais, algo em torno de R$ 50 milhões a R$ 80 milhões", explica o secretário. Reunião define por ampliação do pagamento da dívida da Cohab em Bauru Essa dívida também tem relação com o escândalo revelado pela Operação de Barro, que investiga desvios de quase R$ 55 milhões da Cohab que teriam ocorrido entre os anos de 2007 e 2019, período em que parcelas dessa dívida não foram pagas, o que fez crescer o saldo devedor. A operação, deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público, apreendeu mais de R$ 1,6 milhão em dinheiro na casa do ex-presidente da companhia, Edson Bastos Gasparini Júnior, apontado como o operador do esquema. LEIA TAMBÉM Justiça autoriza quebra de sigilo na informação sobre material apreendido em operação contra desvios na Cohab Acordos da Cohab com construtoras são alvos da investigação do Gaeco que apreendeu mais de R$ 1,6 milhão Denúncia do MP aponta que ex-presidente da Cohab de Bauru orientava funcionários por escrito para fazer saques até R$ 95 mil MP aciona ex-presidente da Cohab por viagem à Europa paga com dinheiro da empresa Everton Basílio, secretário de Finanças, destaca que a ampliação do prazo foi um importante passo na renegociação da dívida Reprodução/TV TEM Independentemente desta nova redução, Basílio explica que a ampliação do prazo de pagamento de dívida já vai garantir à prefeitura um "fôlego" mensal de cerca de R$ 600 mil no valor das parcelas atuais, que passariam de R$ 2,5 milhões para R$ 1,9 milhão. "Esse valor [R$ 600 mil mensais] já representa um importante fôlego, pois poderá ser investido em outras áreas. O direcionamento dessa sobra mensal é de responsabilidade da prefeita, mas acredito que vai para áreas como zeladoria e infraestrutura da cidade", diz Basílio. A decisão sobre uma possível nova redução do montante da dívida deve ser anunciada no início de julho, quando está marcada uma reunião extraordinária do Conselho Curador do FGTS. VÍDEOS: assista às reportagens da região ( Veja mais notícias da região no g1 Bauru e Marília

FONTE: https://g1.globo.com/sp/bauru-marilia/noticia/2022/06/23/prefeitura-de-bauru-tera-prazo-maior-para-pagar-divida-milionaria-da-cohab.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Banho Maria

Geovana Lima

top2
2. A lata e o Lixo

Banda Pegada Braba

top3
3. Todo dia é Pouco

Tom e Trindade

top4
4. Rita

Tierry

top5
5. Alô Ambev

Zé Neto e Cristiano

Anunciantes